A fada de Sintra | Editorial

Fotografia: Raquel Pellicano (Estúdio f508)
Modelo: Isabela Gomes
Styling: Rachel Smidt
Maquiagem: Talita Sá

A Lenda da Gruta da fada é uma Lenda de Sintra, que já o sendo acaba por ser um mito em si. O que é capaz de tornar essa lenda em mito, é o facto de as poucas linhas existentes que a tornam numa Lenda de Sintra, subsistem no tempo e no espaço, sem que a mesma se alargue.

  Publicada pela primeira vez no jornal / revista Cyntra, número 6 de 1912, de acordo com Manuel Gandra, a Lenda da Gruta da Fada deu azo a que fosse quase sempre confundida com a Gruta do Monge no Parque da Pena.

  A lenda em si, é tão pouco esclarecedora tal a sua localização. Refere que nessa gruta, uma inominada fada, vai sempre sem razão que se conheça, todas as noites chorar o seu destino que desconhecido é também na lenda. Uma estranha curta narrativa, que perdura até aos dias de hoje, e provavelmente perdurará, de tão fantasiosa que se torna ao conter tão poucos factos.

“Gruta formada por uma imensa rocha de granito, apoiada em dois rochedos que a flanqueiam. Diz a lenda que uma fada todas as noites, cerca da meia-noite, ali vai carpir o seu destino. A referida gruta fica na entrada da Pena, à esquerda de quem sobe, quase ao chegar ao portão principal do Parque da Pena.”–

© Pesquisa e texto: O Caminheiro de Sintra

Em breve, teremos inscrições abertas para o curso de fotografia de Retrato e Moda, com a fotógrafa Raquel Pellicano. Saiba mais: https://www.f508.pt/2019/03/23/retrato-e-moda/

One Reply to “A fada de Sintra | Editorial”

  1. Verena Einstoss Korman 29/02/2020 at 03:45

    Muito original!
    Lindas fotos!
    Amei!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *