Oficina Cianotipia | ON-LINE E EM DIRETO | 08/05

Início: 08 de maio de 2021
Horários: sábado, das 14h às 17h (horário de Lisboa)
Carga horária: 03 h/aula
Investimento: 22€

Nível de exigência: iniciante
Pré-requisitos: ver material necessário
Público alvo: interessados em processos artesanais, estudantes de fotografia, artistas e
professores.

Na oficina será trabalhada a técnica de Cianotipia, processo experimental de reprodução de imagens, proporcionando uma vivência única com resultados que possibilitarão o aprendizado de novos desdobramentos estéticos. Não é necessária experiência com câmeras ou técnicas fotográficas para participação.

A Cianotipia foi descoberta em 1842 por Sir Willian John Herschell, vindo de uma família de cientistas e com descobertas importantes, apresentou um artigo na Academia de Ciências com seus estudos sobre Antotipia e Cianotipia.

A Cianotipia se popularizou como Blue Print e sua amiga botânica Anna Atkins passou a utilizá-la para documentar espécimes do reino vegetal, colocando-as sobre papel sensibilizado e expondo o conjunto ao sol produzindo fotogramas. Atkins produziu o primeiro livro ilustrado fotograficamente “Photographs of British Algae:
Cianotype Impressions”.

Oficina Rastros Visuais

*O participante da oficina será responsável por adquirir os químicos para Cianotipia, papéis e os materiais de uso individual como medidor, pincel, imagem impressa em transparência ou materiais para realizar fotogramas, suporte em duratex, vidro e bandejas.

Material necessário:

– Luvas;
– Máscara;
– Avental;
– Químicos para Cianotipia;
– Recipiente para misturar os
químicos;
– Papel Aquarela 300g/m 2 (Ex.
Montval);
– Pincel;
– Pinça para manusear o papel;
– Bandeja um pouco maior que o
papel;
– Imagem com um bom nível de
contraste ou material para
fotograma;
– Negativo impresso em
transparência de acetato;
– Suporte de madeira ou Duratex;
– Chapa de Vidro maior que o papel;
– Mesa de luz UV ou expor ao Sol.

Durante a oficina será trabalhada a reprodução de imagens em suporte de Papel, no entanto, esta técnica permite a utilização de outros suportes como o tecido e o vidro.

Dicas para a Aquisição dos MateriaisOnline

Químicos – Citrato Férrico Amoniacal + Ferricianeto de Potássio —> 30€ (em média)
Camaras e companhia
https://www.diafragma8.com.br/boutique?page=3
Possibilita a confecção de 70 a 90 Cianótipos no tamanho A4

Papel para Aquarela
Ponto das Artes

Transparência de Acetato para impressão do Negativo
https://ww.pmelink.pt/catalog/143555-/papelaria/encadernacao/acetatos
*Quem tiver dificuldade para encontrar as transparências pode fazer a impressão do negativo utilizando papel vegetal e na hora da exposição ao sol deve deixar por mais tempo

Pincel Trincha
Pode ser qualquer pincel com cerda macia

Luvas, Máscara e Avental

Chapa de Vidro 5mm
Um pouco maior que o papel a ser utilizado, pode pedir para cortar em qualquer vidraçaria (lixe
as bordas para tirar o corte)

Chapa Duratex ou Madeira
Um pouco maior que o papel a ser utilizado

Bandeja Plástica Grande

Professor

Télio Luiz é graduado em Engenharia Civil, com especialização em cálculo estrutural e fundação, tem experiência na área de Governança de Tecnologia da Informação e Gerenciamento de Projetos e Processos, desenvolve pesquisas sobre processos fotográficos históricos, adotando uma mistura de técnicas tradicionais e contemporâneas na criação de imagens. Como especialista em gerenciamento de projetos, adota metodologia específica na elaboração e condução dos trabalhos fotográficos que utilizam as técnicas pinhole, cianotipia e goma bicromatada. Possui vários cursos de Fotografia: 2016, Fotografia Experimental em Grande Formato, (Carga horária: 40h) Universidade de Brasília; 2015, Goma Bicromatada: monocromia e policromia, (Carga horária: 48h), Universidade de Brasília. Diversas exposições fotográficas: “Era tiro de festim”: lógica dramatúrgica e ocultamento cósmico no palco osmaniano — IV ELO — Descortinando o Teatro de Osman Lins – Memorial Darcy Ribeiro – UnB – Brasília. Além disso, cursou no período 2018/2019 a Pós Graduação em Fotografia como Suporte para Imaginação.


Investimento
22€ (válido até 10 dias antes do início do curso)
Escolha a sua opção de pagamento no botão abaixo:

• Dúvidas? Entre em contato através do e-mail f508@f508.pt

Oficina de Animação Experimental | ONLINE E EM DIRETO | 15/05

Particular Collisions, 2013 – autor William Kentridge

Início: 15 de maio de 2021
Horários: aos sábados, das 14h às 16h (horário de Lisboa)
Total: 03 aulas
Carga horária: 06 h/aula
Investimento: 46,80€

Nível de exigência: básico
Pré-requisitos: 
nenhum
Público alvo: 
pessoas interessadas em processos experimentais, manuais e artesanais da animação

Com a finalidade de experimentar a linguagem, sem compromissos com narrativa, movimentos naturalistas ou desenho figurativo, a animação experimental possibilita uma experiência de explorar as infinitas possibilidades que a arte da animação oferece.

Utilizando técnicas tradicionais como Stop Motion, Desenho animado e Pixilation, a oficina possibilitará a criação de microfilmes experimentais com estética diferenciada e livre expressão.

Animação experimental 1, de Raquel Piantino

Conteúdo

– O que é experimental?

– Autores que produzem obras de cinema de animação não narrativo e
experimental.

– Técnicas e materiais para trabalhar a animação experimental.

– O uso de materiais de arte na animação experimental como: carvão, giz pastel,
tinta sobre vidro, massinha, objetos e etc.

Programa do curso

Aula 1:
– O que é a animação experimental
– Autores e animadores referências da animação experimental
– Quais técnicas são usadas em obras de animação experimental.

Aula 2:
– Como animar com materiais de arte: carvão, giz pastel, massinha, recorte ou objeto.
– Os equipamentos e software para captura de imagem.
– Orientação para exercício prático de animação.

Aula 3 :
– Diálogo sobre resultados dos exercícios práticos
– Introdução a finalização/montagem
– Fechamento

The Polish – non camera newsreel no 10 – 1985  autor: Julian Antonisz

•O curso inclui certificado
•Todas as aulas online do f/508 são gravadas e fornecidas para que o aluno possa revisitá-las quantas vezes desejar

Professora

Raquel Piantino é artista visual, animadora, diretora e educadora, tem como pesquisa e produção a animação tradicional. É autora de curtas metragens, animações experimentais e comerciais. Além de trabalhos digitais, a artista desenvolve animações mecânicas com Flipbooks e outros brinquedos óticos. Suas mais recentes criações foram o curta-metragem “Brasília 60+ 60 – Do sonho ao Futuro” e “Claudia e o Crocodilo”, onde atuou como diretora e animadora.


Investimento
46,80€ (válido até 10 dias antes do início do curso)
– preçário já inclui taxa de IVA vigente

Inscreva-se no curso e escolha a sua opção de pagamento no botão abaixo:

• Dúvidas? Entre em contato através do e-mail f508@f508.pt